Buíque (PE) – O secretário de Abastecimento e Agricultura de Buíque, participou na manhã desta quarta-feira (03/08), de uma reunião ordinária do Conselho Municipal de Desenvolvimento Rural Sustentável (CMDRS), no Salão de Reuniões da Prefeitura. O encontro contou com a presença de Yolanda Andrade Oro (Coordenadora do CMDRS), Elizabeth Souza (Banco do Nordeste), João Santana (Gerente do IPA), Creuza Couto e Clara Brito (Poder Legislativo), Jefferson Fernandes (Gestor de Agronegócio do Sebrae no Agreste Meridional), Ricardo (Coordenador da Vigilância Ambiental do Município de Buíque), Francimário Gomes (Cáritas Diocesana de Pesqueira) e os presidentes de associações.

Dentre os assuntos pautados pelo secretário, destacamos os seguintes: Laudos de Vistoria do Garantia Safra 2021/2022, CAF - Cadastro da Agricultura Familiar, Assistência Técnica e Gerencial, Criação SIM - Serviço de Inspeção Municipal (nos produtos de origem animal e vegetal), Curso de Inseminação Artificial de Bovinos, Continuação das Certificações das Queijarias Artesanais e Solicitação do Selo Arte. “Minha fala é a mais esperada, pois são muitas demandas conquistadas através da parceria da prefeitura de Buíque e diversas entidades. Quero aqui externar meu compromisso pessoal à frente da Secretaria de Abastecimento e Agricultura, bem como da minha equipe, em relação ao progresso do desenvolvimento do setor rural”, ressaltou o Secretário.

Para Aldy Régis, a Secretaria de Agricultura tem o compromisso de estar alinhada na promoção do desenvolvimento rural buiquense. “Creio que é de conhecimento de todos que o desenvolvimento econômico no nosso município passa pela zona rural. A cada conquista que conseguimos para nossa cidade eu fico cheio de satisfação, pois é o trabalho sendo bem feito, principalmente por contar com a confiança e apoio do prefeito Arquimedes Valença, que conhece de perto as necessidades do seu povo”, relatou.

O Conselho Municipal de Desenvolvimento Rural Sustentável (CMDRS) é integrado por dezenas de entidades representativas de organizações de produtores, agricultores familiares, instituições bancárias, poder público municipal, poder legislativo, inclusive quilombolas. A reunião ocorre regularmente na primeira quarta-feira de cada mês, assumindo o compromisso e a responsabilidade de trazer alternativas para melhorar a renda do homem do campo.

Por: Leonardo Silva - ASCOM da PMB

Post a Comment

header ads
header ads